Pastor que “desafiou” furacão conta que igreja não foi atingida: “Deus é fiel”

Tempestade tropical Harvey castiga o Texas

0

 

O pastor Freddy Naranjo, da Igreja do Tabernáculo do Louvor, em Corpus Christi, Texas, tornou-se, para a imprensa, o símbolo do que não fazer durante um furacão. Ele foi entrevistado por um canal local de TV, dois dias antes da chegada de Harvey no estado.

O furacão deixou pelo menos 3 mortos e causou milhões de dólares de prejuízo no rastro da destruição que causou. Apesar dos pedidos do governo, muitos moradores do Texas se negaram a sair de suas casas.

Naranjo foi um deles. O pastor disse que iria orar e esperaria que “algo milagroso acontecesse”, para que sua casa e sua igreja não fossem destruídos.

“Nós já enfrentamos algumas tempestades fortes no passado. Nós vamos apenas continuar orando e acreditando que ele [furacão] perderá força ou algo milagroso acontecerá. Eu acredito nisso: muitas vezes agimos baseados no que vemos em vez de acreditar que Deus pode fazer algo de forma sobrenatural, essa é minha opinião”, afirmou ele à TV.

Atendendo ao pedido dos membros, ele aceitou que as janelas e portas da igreja fossem tapadas com tábuas, para protegê-las. Em pouco tempo, sua declaração virou alvo de críticos na internet, que o classificavam, entre outras coisas, de “fanático” e “louco”.

“Esperamos que no domingo possamos abrir a igreja. Você sabe, vivemos para isso”, afirmou ele na sexta (25), após o prefeito de Christi, Joe McComb, pedir que os moradores saíssem da cidade e alertando que aqueles que ficassem estariam arriscando suas vidas.

Após a passagem de Harvey, Naranjo e a esposa postaram um vídeo no Facebook para relatar que estavam bem, em casa e que, apesar de saber que estava sendo criticado, Deus era fiel e havia cuidado de sua família e da igreja.

 

O casal afirmou que “andou pela fé e não por vista” toda a sua vida, mas não ignorou aqueles que sofreram prejuízos com a fúria da natureza e estavam orando por todos os texanos.

Convidou ainda aqueles que estavam desesperados que refletissem sobre sua relação com Deus e pregou que eles estariam seguros se entregassem tudo a Deus. Com informações de Patheos

 

 

Artigos relacionados