“Jesus sempre respeitou as crenças”, diz pastor sobre críticas à “Nossa Senhora”

“Devemos tomar cuidado com líderes que ficam agredindo as pessoas”, afirma Samuel Gonçalves

0

 

O pastor Samuel Gonçalves, líder da CADCAF, decidiu comentar o caso que envolveu o pastor Agenor Duque, da Igreja Plenitude do Poder de Deus.

Agenor causou polêmica ao utilizar uma garrafa de Coca-Cola para tecer críticas à imagens de escultura respeitadas por católicos – o que motivou críticas fortes de padres e membros da Igreja Católica.

“A manifestação de fé, seja ela qual for, não pode ser condenada e nem sofrer preconceito. Todos no Brasil são livres para crer no que quiser. O Brasil é laico, não tem uma religião predominante”, afirmou Samuel.

Com base na sua defesa da laicidade do país, Gonçalves explicou sua visão. “Creio em uma fé viva que é apenas em Jesus Cristo nosso Senhor. Porém a fé de todos precisa ser respeitada”, opinou.

Ele acredita que alguns comentários são prejudiciais. “Escarnecer e depreciar qualquer imagem ou ídolo é preconceito. Jesus nunca foi preconceituoso e sempre respeitou as crenças e religiões”, disse.

Samuel ainda utilizou a Constituição Federal de 1988, em seu artigo 5, para afirmar que a liberdade de consciência e crença é resguardada na lei, e por isso, as falas do pastor da Igreja Plenitude violariam preceitos fundamentais do país.

O assembleiano também fez alertas. “Devemos tomar cuidado com esses líderes de denominações que ficam agredindo essas pessoas e ofendendo líderes de outros seguimentos religiosos. São aventureiros e oportunistas, fracos em estudo teológico e na história da igreja e das religiões”.

Por fim, o pastor comentou a relação dos evangélicos com Maria. “É reconhecida por nós evangélicos como a mãe do menino Jesus e respeitada a sua história, porém não adorada como divindade”.

Gonçalves, então, contou o que acredita ser o certo a ser feito. “Para nós, evangélicos, temos que ter amor na pregação do evangelho e pedir a Deus sinais e maravilhas nas nossas mensagens. Isso sim fará com que todos reflitam o caminho da verdade”.